ASSINE O JORNAL IMPRESSO

SEMESTRAL R$ 80,00

ANUAL R$ 150,00

(48) 3535-1256


Temporal derruba postes em Turvo e deixa residências sem energia

Tempo

há 3 meses


06/03/2022 20h34 - Atualizado em 07/03/2022 11h15


Região- O forte calor da tarde deste domingo, causou vento com chuva em vários municípios, causando susto e prejuízos. Na comunidade de Livramento divisa entre Turvo e Ermo, houve prejuízo na rede elétrica,  destelhamento de casas, inclusive o salão da comunidade de Livramento teve várias telhas arrancadas pela força do vento. Houve também quedas de árvores e postes de energia.

 

As árvores cobriram as duas pistas parcialmente e dificultaram o trânsito nos dois sentidos, ocasionando filas e lentidão. Os bombeiros usaram motosserra e guincho para cortar e remover as árvores. As quedas foram registradas por volta das 15h, no momento do forte temporal com vento que atingiu a região.

 

Segundo o presidente da Cersul, Nei Zanette, Cooperativa responsável pelo fornecimento de energia, foram mais de 10 postes que caíram, só em Livramento, até as 19h o município de Ermo ainda não tinha energia, mas a Cooperativa estava trabalhando desde o início do temporal.

 

Em Criciúma, as estações meteorológicas da Epagri, registraram um volume de 44 milímetros de chuva em um período de três horas. A temperatura máxima foi de 39ºC. Houve alagamentos e placas foram destruídas.

 

COMUNICADO DA CERSUL

CERSUL trabalha para restabelecer fornecimento de energia

Devido aos fortes ventos e chuva intensa neste primeiro final de semana de março, aconteceram mais de 100 ocorrências de interrupção no fornecimento de energia elétrica. A CERSUL está com oito equipes em campo para restabelecer o fornecimento de energia elétrica o mais rápido possível.

As ocorrências mais comuns ocorrem em virtude da proximidade de árvores junto a rede de energia. Com a queda da árvore há estragos na rede. 

As situações ocorreram em Ermo, Turvo Meleiro e alguns pontos isolados de Morro Grande.

 

Danos na agricultura

As chuvas, ventos e granizos na Amesc causaram ainda prejuízos para agricultores. “Ainda não temos quantificado o tamanho das perdas que aconteceu na região. O vento, com o granizo, foi bastante localizado. Aconteceram em algumas faixas entre Morro Grande e Timbé do Sul e entre Turvo e Ermo”, afirmou o engenheiro agrônomo da Epagri, Reginaldo Ghellere.

“Tivemos granizos no arroz, degranando alguns cachos, mas não foi algo muito expressivo. O arroz também acamou, que é como a gente chama quando as plantas deitam. O milho foi mais afetado. Em alguns lugares, com o vento, chegou a quebrar pés. Amanhã (segunda-feira) iremos quantificar em diversos lugares. É fato que alguns produtores tiveram perdas significativas”, calculou o engenheiro.

 

FORQUILHINHA

Vento e chuva forte também no município. No Bairro Santa Ana, foi tanta chuva que a rede de esgoto da Casan, transbordou, misturando esgoto e agua na rua. Um dos moradores próximo estava preocupado com o que aconteceu.

Fonte: Jornal Volta Grande/José Mota

Compartilhe esta notícia



Voltar


Utilizamos cookies para sua melhor experiência em nosso website. Ao continuar nesta navegação, consideramos que você aceita esta utilização.

Ok Política de Privacidade

Copyright 2019 - Todos os direitos reservados - Jornal Volta Grande