ASSINE O JORNAL IMPRESSO

SEMESTRAL R$ 75,00

ANUAL R$ 135,00

(48) 3535-1256


Defesa Civil alerta para formação de temporais com vento de até 90 km/h

Tempo

458

há 13 dias


30/06/2020 14h42 - Atualizado em 30/06/2020 14h46


 

A Defesa Civil de Santa Catarina informou que para esta terça-feira, dia 30, há previsão de temporais localizados, com chuva moderada a forte em todo estado. Os ventos serão fortes e persistentes com rajadas acima de 90 km/h. 

 

Já sobre o mar, a Defesa Civil relatou que nesta terça-feira, as ondas estarão com direção leste/nordeste e picos de altura variando de 2 a 3,5 metros no Litoral Sul e com possibilidade de ressaca no mar. “Está se formando um ciclone extratropical em alto mar e é uma situação que acontece todos os anos e isso causa chuva e vento. Ao longo da tarde de hoje teremos chuva no Sul catarinense até às 18 horas e pode acontecer trovoadas durante este período com chuva de 10mm. Depois das 18 horas pode ter vento, sim”, explica o climatologista da Epagri de Urussanga, Márcio Sônego. 

Sônego ainda relata que nesta quarta-feira, dia 1º de julho, há possibilidade de bastante vento na região Sul. “O vento será oeste/sudoeste que é o vento do ciclone propriamente dito. Esse vento de amanhã poderá atingir seu pico máximo a partir das 10 horas. Em Criciúma, pode chegar a 70 a 80 km/h. É uma situação que estamos habituados, pois acontece de duas a três vezes ao ano, mas a grande preocupação é para esta quarta-feira”, garante.

Recomendações da Defesa Civil

Tempestades: proteja-se em local abrigado, longe de placas, de árvores, de postes de energia e de objetos que podem ser arremessados. Se não encontrar um abrigo, agache-se com os pés juntos, com a cabeça encostada em seu peito ou entre os joelhos e as mãos cobrindo suas orelhas ou apoiadas em seus joelhos. Se estiver na praia, jamais fique na água. Se estiver em casa ou qualquer outro local abrigado, desligue os aparelhos eletrônicos, não use o telefone, fique longe das janelas e lembre-se, o banheiro em alvenaria é o melhor local durante uma tempestade.

Alagamentos/inundações: evitar o contato com as águas e não dirigir em lugares alagados. Evitar transitar em pontilhões e pontes submersas e cuidado com crianças próximas de rios e ribeirões.

Enxurradas: não fique próximo às margens de rios e ribeirões, principalmente em regiões de relevo acentuado, montanhoso e pequenos vales, pois muitas vezes há temporais intensos sobre os topos e cabeceiras, gerando repentinamente grande quantidade de água num curto espaço de tempo. Este tipo de evento adverso apresenta grande poder destrutivo, podendo arrastar veículos, pessoas, animais e mobílias por vários quilômetros. A força das águas pode ainda provocar o rolamento de blocos de pedras, arrancar árvores, destruir edificações e causar deslizamentos de terra nas margens.

Deslizamentos de terra: deve ser observado qualquer movimento de terra ou rochas próximas às residências, inclinação de postes e árvores e rachaduras em muros ou paredes. Neste caso, é recomendável sair de casa e acionar a Defesa Civil Municipal 199 ou Corpo de Bombeiros 193.

 

Fonte: Rafaela Custódio/Portal Engeplus - imagem ilustrativa

Compartilhe esta notícia



Voltar


Copyright 2019 - Todos os direitos reservados - Jornal Volta Grande