ASSINE O JORNAL IMPRESSO

SEMESTRAL R$ 80,00

ANUAL R$ 150,00

(48) 3535-1256


Jacinto promove educação voltada à preservação desde a primeira idade

Geral

há 16 dias


14/06/2022 14h22 - Atualizado em 14/06/2022 14h25


Crianças de 4 meses a 4 anos participaram de projetos voltados ao Meio Ambiente

 

Jacinto Machado - Não é de hoje que se fala na necessidade de preservarmos a natureza para que, assim, possamos garantir um futuro com mais qualidade de vida para a humanidade. Em Jacinto Machado, a rede municipal de ensino leva isso tão a sério que, durante a Semana Nacional do Meio Ambiente, crianças aprendem desde a primeira infância a ter a consciência da preservação, participando de projetos voltados ao tema.

Com faixas etárias de 4 meses a 4 anos e de 4 a 5 anos, instituições de ensino integrantes da secretaria municipal de Educação de Jacinto Machado realizaram os seus projetos voltados ao meio ambiente na última semana. “É na educação infantil que a criança começa a interagir com a ideia de sociedade e aprende valores importantes como, neste caso, a preservação ambiental”, explica a secretária de Educação do município, Cleonice Fontana Possamai.

No Centro de Educação Infantil Pequeno Cidadão, do Centro, crianças de 4 meses a 4 anos participaram do projeto ‘Cuidando e preservando o planeta Terra’. Cada turminha desenvolveu seus conceitos de aprendizagem de acordo com sua idade, como uso consciente da águam uso das lixeiras com materiais recicláveis, preservação e conservação da natureza, cuidados com animais e plantas, etc.

Na escola municipal Prefeito Mário Gomes Colares, foi desenvolvido o projeto baseado na informação de que ‘uma criança que aprende, desde cedo, que ela é parte da natureza e não proprietária dela, terá uma relação muito mais sustentável com o meio ambiente’. Crianças do pré-escolar, com idade entre 4 e 5 anos, desenvolveram os trabalhos voltados ao meio ambiente.

Enquanto isso, a escola municipal José Francisco de Aguiar levou as turminhas para uma saída a campo para a distribuição de mudas e conversas com a população, de modo a conscientizar as pessoas para a preservação. “Sabemos que a conscientização é um longo caminho a ser percorrido, mas que para concluir o trajeto é necessário lançar cada uma das sementes na terra hoje e esperar o tempo certo da colheita”, salientaram as professoras que organizaram a ação, sendo apenas uma das atividades realizadas pela instituição de ensino.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Compartilhe esta notícia



Voltar


Utilizamos cookies para sua melhor experiência em nosso website. Ao continuar nesta navegação, consideramos que você aceita esta utilização.

Ok Política de Privacidade

Copyright 2019 - Todos os direitos reservados - Jornal Volta Grande