ASSINE O JORNAL IMPRESSO

SEMESTRAL R$ 75,00

ANUAL R$ 140,00

(48) 3535-1256


Funerária Santa Terezinha firma parceria com Crematório Catarinense de Quarta Linha/Criciúma

Geral

há 1 mês


07/05/2021 16h16


A diretoria do Crematório Catarinense apresentou à imprensa da AMESC na tarde desta quinta-feira a sua nova  unidade e a primeira de Criciúma. Localizada no bairro Quarta Linha, em Criciúma. Em atividade desde o início de abril, atendendo toda a região Sul e Extremo Sul de Santa Catarina, possui mais de 700 metros quadrados de construção e tem capacidade para acolher mais de 160 pessoas. São duas salas para cerimoniais fúnebres, sendo uma delas um anfiteatro para homenagens audiovisuais, com cascata de rosas e um orador. Local com amplo espaço de estacionamento e de fácil acesso.

Há também o cinerário, um espaço para guardar as cinzas até que os entes queridos decidam o destino. Também é possível a permanência na câmara fria por até 72 horas antes da cremação prática exigida por algumas religiões.

Praticada por gregos e romanos desde a antiguidade, a cremação tem sido cada vez mais procurada pela população em todo o mundo. No Brasil, o número de crematórios aumentou 1.000% nos últimos 20 anos. O país segue uma tendência mundial.

 

 

“A região precisava de mais uma unidade, que pudesse atender melhor a região de Araranguá, sendo uma opção ao cemitério. Entendemos que a região irá aderir bem à cremação, levando-se em consideração que os municípios estão enfrentando problemas com os cemitérios na questão de superlotação e ambiental. Temos todo aparato necessário, nossos equipamentos são de última geração; nossa estrutura não perde em nada para qualquer crematório do Brasil”, afirmou o sócio proprietário do crematório, Leonardo Leier, que ainda destacou a vantagem econômica da escolha. “Hoje a cremação propõe para a família um custo único. Além do cemitério custar caro, a pessoa tem a responsabilidade de manter e zelar pelo espaço, isso gera incômodo e despesas". Um preocesso de crematório custa em média R$ 3.500,00, dependendo do que a família quer com homenagens e velório.

 

Funerária Santa Terezinha é a representante da Amesc

 

 

Conforme o diretor da Funerária Santa Terezinha e apoiador do novo empreendimento, José Carlos dos Santos, somente sua empresa pode comercializar os planos do crematório na região da AMESC. Disse que é um sonho realizado, pois sempre teve vontade de trazer este serviço para mais próximo possível da população da região e estando na Quarta Linha fica mais próximo para atender a população. Cerca de 15 minutos de distância. “Temos o nosso plano de assistência familiar desde 2004, com quase 5 mil famílias atendidas; e desde junho de 2020 fechamos uma parceria de comercialização exclusiva na região da AMESC dos planos do Cremátorio Catarinense, onde já contamos com mais de 1 mil famílias. É mais uma opção para as famílias que passaram pela terrível dor da partida. Temos planos de cremação a partir de 42 reais, cobre toda a família com filhos até 21 anos e nossos planos funerários.”, finalizou Carlos.

 

 

O Crematório Catarinense está em atividade desde 2010, tem sua sede em Jaraguá do Sul, e filiais em Joinville, Florianópolis, Palhoça e agora em Criciúma.

Os planos do Crematório Catarinense são comercializados nas 18 unidades da Funerária Santa Terezinha. Procure uma unidade em sua cidade ou entre em contato: (48) 3522-0814.

Na foto, os sócios empresários: Leonardo Leier, Sandro Heil Guaragni e Thiago de Moraes, com o empresário responsável pela Amesc José Carlos dos Santos.

Fonte: Jornal Volta Grande/José Mota e Portal Agora

Compartilhe esta notícia



Voltar


Copyright 2019 - Todos os direitos reservados - Jornal Volta Grande