ASSINE O JORNAL IMPRESSO

SEMESTRAL R$ 75,00

ANUAL R$ 135,00

(48) 3535-1256


Grandiosa Festa em honra a São Cristóvão é neste final de semana

Geral

1.3 mil

há 22 dias


01/08/2019 20h24


História de um povo de fé e guerreiro que segue com a construção da Igreja há 18 anos

 A igreja do bairro Santa Cruz, Capela São Cristóvão é conhecida pela beleza e exuberância mesmo antes de ser finalizada. Há 18 anos a igreja está em construção com recursos vindos das festas realizadas sempre no mês de agosto.

 

 De acordo com Elizane Rodrigues, que é coordenadora do CPC da comunidade a expectativa para a festa desse ano é muito positiva. “A expectativa é sempre positiva pois já é uma festa religiosa tradicional na região, pois temos fiéis que costumam participar vindo de vários municípios do estado e inclsive do Rio grande do Sul. Além disso, todo ano fazemos a transladação do Padroeiro com uma belíssima procissão motorizada, e a cada ano centenas de veículos, entre eles caminhões, carretas e carros de passeio participam dessa transladação. É sempre muito bonito, pois ao chegar próximo a igreja eles recebem a benção nos veículos, tendo em vista que o Padroeiro é São Cristóvão que é o santo protetor dos motoristas e caminhoneiros” Completa Elizane. Ainda segundo a coordenadora, ela pede para se alguém quiser fazer a doação de brindes e/ou bolos para ajudar na festa, pode entrar em contato pelo telefone : (48) 99620 – 4134 (Elizane).

 

 Programação 

A festa será neste domingo (4), iniciando as 9h30 com a transladação da imagem do Padroeiro, saindo da Capela Nossa Senhora Aparecida, do bairro Saturno. As 10h30 haverá Missa Festiva com a benção dos motoristas. A partir do meio dia, delicioso almoço festivo com churrasco e acompanhamentos. Após o almoço premiação e nomeação das candidatas a Rainha e Princesas da Festa. A tarde segue com bingo, atrações culturais e Artísticas e animação musical , Encerrando a festa ás 17h com o sorteio da Rifa da Festa, onde a premiação será em dinheiro, somando 5 mil reais distribuídos do 1º ao 5º prêmio. Ressaltando que todo lucro da Festa é para o término da construção da igreja.

 As festas e eventos relacionados a igreja contam com a ajuda de pessoas voluntárias que gostam de ajudar. Um desses exemplos é a aposentada de 66 anos Ineusa Scussel Romão, que há 12 anos ajuda nas festas e em tudo que envolve a igreja. “Eu gosto de ajudar porque graçaas a Deus tenho saúde e é dever de ajudar na comunidade onde a gente mora. Além disso, é muito gratificante. Eu gosto muito” Completa.

 

 
Uma ideia que partiu da necessidade 

Entre 28/06/2000 a 02/07/2000 houve as missões populares redentoristas no município de Forquilhinha. Os frei Lino e o Frei José responsáveis pela Paróquia Sagrado Coração de Jesus fizeram a divisão das comunidades que receberiam os missionários e com isto dividiram a comunidade da Nossa Senhora Aparecida onde fica a capela da comunidade de Santa Cruz região onde se concentra um maior número de pessoas. Com isso as pessoas colocaram a dificuldade da distância para ir até a igreja que fica a 2 km da onde esta a atual igreja São Cristóvão. Os missionários incentivaram a comunidade de construir uma igreja e assim a comunidade se fortalecer ainda mais na fé. Por conta de a maior concentração de pessoas estarem nessa região eles intimaram a todos para construir a capela.  Em relação à construção a mão de obra até a conclusão do alicerce (baldrame) ela foi de forma voluntaria feita os sábados, a partir daí a mão de obra passou a ser paga e sempre com a ajuda de voluntários. No Decorrer da construção da igreja a comunidade realizava as missas na escola municipal ou no centro comunitário do bairro. As obras tiveram inicio em 2002 sendo que em 2004 a primeira etapa da obra (sala térrea) medindo 100 metros quadrados, ficou pronta; onde passou a ser usada para as celebrações, missas, cultos, batizados. Sendo que já em 2005 ocorreu o primeiro casamento. Foi em 2012 onde a igreja teve a sua parte interna liberada para uso onde começou a ser realizadas as celebrações, 1ª eucaristia e batizados. Sendo que ainda falta para concluir a obra, duas torres de 25 metros de altura, o forro, pintura externa e acabamentos externos.

 

Fonte: Mariane Rodrigues

Compartilhe esta notícia



Voltar


Copyright 2019 - Todos os direitos reservados - Jornal Volta Grande