ASSINE O JORNAL IMPRESSO

SEMESTRAL R$ 75,00

ANUAL R$ 135,00

(48) 3535-1256


QUARENTENA, PANDEMIA, APRENDIZADOS E AFINS

Colunistas

102

há 17 dias


22/06/2020 13h52


Desde o dia 18 de março vivo uma realidade comum a muitos brasileiros: em casa e saindo para a rua o mínimo necessário.  Não quero romantizar o momento, mas também não posso ver só o lado ruim de estar limitada em minhas idas e vindas.

Não tenho saído com meus cachorros, porque meus pais são idosos e não sei até que ponto eles podem ou não trazer algo em seus pelos, patinhas... ainda mais que dois deles são assanhados e fazem festa até pra os postes na rua (e nem é o xixi...).

Contudo, tem sido uma época de muita descoberta e convivência forçada com a gente mesmo. Agora sabe-se o quanto se suporta a própria companhia, manias...

Tem sido sim um tempo de aprendizado. Vi-me fazendo coisas que eu nunca tinha feito e exercitado à exaustão outras que já praticava (principalmente no quesito higiene).

Você também aprendeu algo? O que você  aprendeu durante a quarentena?

 

1. lavar as mãos (sempre lavei);

2. fazer bolos, pães etc (me revelei a Palmirinha do pedaço...ou quase kkk);

3. que papel higiênico é necessário SIM (olha o tanto que estamos comendo);

4. tirar os sapatos toda vez que entra em casa (eu já fazia isso bem antes);

5. a ter uma roupa pra rua e outra pra casa (a roupa de mendiga sempre foi minha favorita pra estar em casa, com exceção dos dias de aula on line);

6. faxina é essencial (faço quase todos os dias por conta da alergia e dos peludos);

7. abraços são necessários (saudades de muita gente que eu encontrava na rua e beijava, abraçava, apertava... ah, meu lado Felícia);

8. até de gente chata sinto falta;

9. há pessoas que reconhecem qualquer um de máscara (e nas novelas com óculos escuros e boné a criatura fica invisível... como?);

10. Netflix é vida (caramba, já maratonei tanta série e paguei com a língua: achava algo tão desnecessário);

11. há lives chatas e lives geniais (a maioria é chata);

12. álcool gel não combina com muita coisa (carteira de couro, unhas pintadas);

13. papel toalha é muuuuuito necessário e serve pra tudo um pouco;

14. óculos e máscara não combinam;

15. escolher a máscara que melhor combina com a roupa é mais demorado que escolher a própria roupa;

16. há aplicativos de aulas on line que são o exercício de iniciação ao zen budismo... na verdade, nem orando;

17. banho é vital, mesmo ficando o dia todo em casa de pijama (nem venha com a história de: nem saí, nem suei...).

 

Nossa, e mais um monte de coisas que me ocorrem, mas este texto ficará muito longo.

Fonte: Coisas de Mulherzinha - Colunista Rosane de Andrade

Compartilhe esta notícia



Voltar


Copyright 2019 - Todos os direitos reservados - Jornal Volta Grande