ASSINE O JORNAL IMPRESSO

SEMESTRAL R$ 75,00

ANUAL R$ 135,00

(48) 3535-1256


Cresol ajuda jovem empreendedora a colocar em prática projeto que utiliza produto orgânico

Agro Noticias

1.8 mil

há 4 meses


20/02/2020 14h06


Graças a uma parceria com a Cresol, Silvana montou seu projeto e seu próprio negócio no ramo de geleias e doces de Banana e uva.


 A agricultora e agora empreendedora Silvana Machado Pires Padilha, que é Natural de Sombrio, mas mora há 4 anos em Jacinto Machado está orgulhosa com o projeto na qual ela colocou em prática final do ano passado e que já no início deste ano está colhendo bons frutos.

Graças a uma parceria com a Cresol, Silvana montou seu projeto e seu próprio negócio no ramo de geleias e doces de Banana e uva para comércio e também distribuídos na merenda escolar de várias escolas não só de Jacinto Machado, mas de toda região. A agroindústria fica localizada no Morro de Fátima, comunidade no interior de Jacinto Machado.

“Estamos começando devagarzinho, mas é algo que eu amo fazer. Fazer geleia pra mim é algo que me dá prazer, e ai com o financiamento que consegui através da Cresol estou colocando o sonho desse projeto em prática. E inclusive já demos início a certificação, só falta chegar”, conta Silvana.

Como o marido que já era produtor de Banana, Silvana tem em casa a matéria prima para seu negócio, e o diferencial é que todos os produtos são orgânicos. “Por isso comecei o negócio, porque é tudo orgânico, senão nem fazia, pois essa é a diferença e o que traz o sabor para o produto. Eu consigo produzir a geleia integral feito com açúcar mascavo, que também é saudável pois o teor de açúcar é pouco, e o zero açúcar que é bastante procurado principalmente no comércio”, explica a empreendedora.

Ainda segundo ela, o produto já pode ser encontrado em dezenas de mercados da região, e na merenda escolar de 6 escolas. “Eu me sinto orgulhosa, pois foi um projeto que junto com o pessoal da Cresol eu pensei, idealizei e estou colocando em prática. O investimento de aproximadamente R$ 75 mil vou conseguir pagar em torno de 2 anos de trabalho. Meu objetivo agora não é lucrar, mas sim lançar meu produto no mercado e por isso vamos indo devagar, mas me sinto realizada e feliz” completa.

Para mais informações e/ou encomendas, o contato de Silvana é (48) 9 8864-7945.

A produção

A produção de Silvana é de em média 300 potes de doces ao dia, sendo que de acordo com a demanda ela chega a produzir de 2 a 3 vezes na semana. “Não parece muito, mas dá trabalho, pois eu faço todo o processo sozinha, desde pesar a banana bruta, higienizar, fazer o processo de cozimento até esterilizar os potes e fazer o armazenamento. Tenho hora pra começar mas não tenho para largar, se eu começo por exemplo as 7h da manhã termino por volta das 17h, dá trabalho mais é algo que eu amo fazer” comenta Silvana.

A Marca

A jovem empreendedora pensou em tudo, muito dedicada, caprichosa ela inclusive pensou na marca que leva o nome do seu produto: “Sabor à vida”. “Queria remeter aos tempos de criança, quando as avós ou mães faziam doces caseiros, afinal isso dá sabor a vida, e é isso que eu quis passar para quem experimentasse meu produto” finaliza.

Cresol como forte aliada

A Cresol por ser uma instituição financeira cooperativa de referência que desenvolve seus cooperados, também auxilia pequenos empreendedores a realizarem seus sonhos. Como foi o caso da Silvana, que procurou a cooperativa e com taxas acessíveis conseguiu o financiamento para seu projeto. “Ficamos muito feliz em poder proporcionar aos nossos associados a realização de um sonho, e mais ainda ver que estão se tornando empreendedores do próprio negócio, para nós com certeza é uma satisfação muito grande”, relata Gilio Gregorini, Presidente da instituição.

Ainda segundo ele, a cooperativa oferece ótimos recursos para quem quer montar algum projeto envolvendo produtos orgânicos, que além de saudável pode se tornar algo rentável. “Temos um outro projeto de outra associada em andamento, também com produto natural, e por isso a Cresol está à disposição para apresentar financiamentos que valem a pena para nossos associados” Conclui.

Fonte: Mariane Rodrigues / Jornal Volta Grande

Compartilhe esta notícia



Voltar


Copyright 2019 - Todos os direitos reservados - Jornal Volta Grande