X

Imagem Banner

Imagem Banner

Imagem Banner

NOTÍCIAS



Imagem Notícia

Mulher é acusada de praticar cinco furtos na região

14/03/2018

A Polícia Civil de Maracajá vem desde novembro do ano passado investigando uma mulher suspeita de ter cometido dois furtos em residência no mesmo dia – 8 de novembro de 2017, um em Araranguá, no bairro Barranca e outro em Maracajá, na Vila Beatriz. Além destes dois furtos, em fevereiro deste ano, a mulher de 50 anos cometeu mais três furtos em residências no município de Maracajá.

Conforme explicaram o agente de Polícia Civil Pedro Cristiano e o delegado Jair Pereira Duarte, ambos da Delegacia de Polícia Civil Municipal de Maracajá, nos dois furtos do dia 8 de novembro, a mulher arrombou portas e foi vista com um Gol de cor vermelha. Em Maracajá, o veículo chegou a ser filmado nas proximidades da casa furtada logo após o crime, em Araranguá, vizinhos viram a mulher entrando no carro e descreveram o mesmo Gol para a polícia. “A princípio a gente não tinha ideia de quem era a mulher, em conversa com policiais militares de Maracajá, fomos informados que haviam prendido uma mulher há alguns meses por furto em residência e que no sistema constava que ela estava com tornozeleira eletrônica”, contou Pedro.

Diante das informações, o delegado Jair solicitou ao Departamento de Administração Prisional (Deap), o posicionamento da suspeita no dia 8 de novembro no ano passado, nos horários em que os furtos ocorreram. O posicionamento apontou que nos horários solicitados a mulher esteve no bairro Barranca, em Araranguá e em seguida, na Vila Beatriz, em Maracajá. A Polícia Civil também descobriu que o Gol Vermelho que aparece na filmagem em Maracajá e que testemunhas relataram terem visto em Araranguá, está registrado no nome da suspeita.

No último dia 1º de fevereiro três residências foram furtadas em Maracajá por uma mulher e um homem que estavam em um Fiat de cor verde, e uma testemunha anotou a placa do veículo. No dia seguinte o mesmo veículo foi apreendido em uma perseguição, em Içara, após a suspeita e outro homem terem furtado uma residência naquela cidade. A mulher e o comparsa foram presos e ela foi identificada por uma testemunha, que presenciou o furto no dia 1º de fevereiro, em Maracajá. Ela já não estava mais com a tornozeleira eletrônica, pois havia arrancado.

A mulher se encontra atualmente recolhida no sistema penitenciário, já que contra ela já existe sentença transitada em julgado por furto em residência. Ela teve seu benefício de cumprir a pena em liberdade, com uso de tornozeleira, cancelado. A Polícia Civil de Maracajá encaminhou ao Poder Judiciário os Inquéritos Policiais dos cinco crimes de furto cometidos em Araranguá e Maracajá e ela responderá por mais estes crimes.

Fonte: Contra o Crime


Ver Todas Notícias



ENTRAR

CADASTRE-SE


ENQUETE

Na sua opinião, que nota você dá para o prefeito de SÃO JOÃO DO SUL, Moacir Francisco Teixeira (MDB); Vice Prefeito: Edson Pereira Trajano (PP) e sua equipe?

 Bom, 8 a 10

 Satisfatório, 5 a 7

 Ruim, 1 a 4

PREVISÃO DO TEMPO


ANUNCIE AQUI

Imagem Anúncio

Imagem Anúncio


Imagem Anúncio

Imagem Anúncio


Imagem Anúncio

Imagem Anúncio


Imagem Anúncio

Imagem Anúncio