X

Imagem Banner

Imagem Banner

Imagem Banner

NOTÍCIAS



Imagem Notícia

Homem que vivia em situação desumana é encontrado morto no Arroio

18/01/2018

A vítima morava em um “banheiro” medindo aproximadamente 4m²

 Uma ocorrência chocou as Polícias Civil e Militar e moradores de um bairro de Balneário Arroio do Silva, na tarde desta quinta-feira, dia 18. Um homem que vivia em situação desumana e de abandono, em um banheiro de uma casa de madeira demolida, medindo 4m², foi encontrado morto por vizinhos.

O fato ocorreu por volta das 15h30min de hoje, na Rua Atlântico Sul, no Arroio. O local onde seu Valdeci Daniel de 58 anos, foi encontrado, não tinha vaso sanitário e nem chuveiro, o local não tinha ventilação e estava imundo. A vítima estava em cima de uma pequena cama e ao lado do corpo, uma garrafa de água.

Segundo informações, a Polícia Militar do Balneário Arroio do Silva foi acionada sobre um idoso que estaria morto em uma pequena edificação a beira mar. No local os militares constataram a morte de Valdeci que morava naquele local desde o último inverno.

Vizinhos informaram às Polícias Civil e Militar, que desde ontem seu Valdeci estava passando mal; o socorro foi chamado, entretanto, ninguém apareceu no local. Hoje o homem voltou a passar mal e mais uma vez os vizinhos chamaram ajuda e mais uma vez, o socorro não chegou.

Uma mulher que mora ao lado, disse ter visto seu Valdeci vivo por volta das 15 horas. Muito debilitado, o homem que não tomava banho há 15 dias e não se alimentava direito estava deitado, no mesmo local onde foi encontrado sem vida.

Um conhecido da vítima contou que o homem era alcoólatra. “Várias vezes a assistência social veio até aqui, mas ele sempre deu um jeito de fugir, para não ser internado. Os conhecidos e vizinhos que traziam comida à ele, mas hoje, ele se recusou a almoçar”, contou o amigo à reportagem do agora!.

O delegado da DPMU de Balneário Arroio do Silva e da Central de Plantão Policial de Araranguá, Marlon Bosse esteve no local, acompanhado da agente da Polícia Civil Virgínia e ficou indignado com a cena que presenciou. “A Polícia Civil vai apurar as circunstâncias do óbito, que aparentemente se trata de morte natural ou decorrente de alguma doença e por isso, foi acionado o órgão oficial para realização de perícia. Vamos instaurar um Inquérito Policial (IP) para averiguar essa suposta omissão de socorro por parte de algum órgão público e possível abandono material com resultado morte, por parte dos familiares”, esclareceu a autoridade policial.

 

Fonte: Contra o Crime


Ver Todas Notícias



ENTRAR

CADASTRE-SE


ENQUETE

Como você encara o frio?

 Me agasalhando mais

 Agasalho e comidas quentes

 Me exponho mais ao sol e não saio a noite

PREVISÃO DO TEMPO


ANUNCIE AQUI

Imagem Anúncio

Imagem Anúncio


Imagem Anúncio

Imagem Anúncio


Imagem Anúncio

Imagem Anúncio


Imagem Anúncio

Imagem Anúncio